quinta-feira, 5 de abril de 2018

Papas de aveia à Escocesa. Uma road trip pelas Highlands.

Ainda era Outono. E estávamos em 2014. Ainda éramos só os dois, eu e o Ricardo.
Depois de um Verão agitado com uma agenda cheia de casamentos, batizados e sessões, decidimos um pouco em cima da hora fazer esta viagem de carro pela Escócia.
Somos pessoas de sorte com o tempo quando viajamos. Em pleno Outubro, apanhámos sempre dias de sol e foi uma viagem cheia de bons momentos.
Acima de tudo, tentámos aproveitar ao máximo a natureza. Fazer caminhadas pelas montanhas, descansar os olhos naquela beleza imensa, uma beleza que nos maravilha constantemente com paisagens, com emoções e com a certeza de que ainda é possível acreditar que o nosso planeta tem futuro.



Já tinha partilhado algumas imagens analógicas, aqui, mas tinha ainda muitas outras para mostrar.
Eis que encontrei o pretexto nesta receita, espero eu, de despedida da comida de frio.
Eu sei, não faltam cá no blogue receitas de papas de aveia, mas sempre com leite.
Ora, pegando no mote do pequeno-almoço-imagem-de-marca desta viagem, não havia receita que fizesse mais sentido que esta.

Flocos de aveia, água e sal.
A versão mais simples e purista de todas, tal como os defensores das tradicionais papas de aveia à escocesa as preparam.

Há contudo pequenas nuances que permitem que a conjugação deste simples trio ganhe o justo fulgor:
Tostar os flocos para fazer sobressair o sabor da aveia, que adquire um aroma mais torrado.
Mexer, sempre, sempre, é a condição que garante a cremosidade final.
E seguindo a dica do assertivo Nigel Slater, adicionar o sal apenas perto do fim, para não endurecer os flocos.
Quando chegarmos ao ponto ideal de consistência, desliga-se e deixa-se repousar cinco minutos antes de servir, para arrefecer ligeiramente e desenvolver ainda mais o sabor.

Servidas apenas com natas ou iogurte – o mais típico porridge escocês – ou com os extras que mais gostarem, acreditem que estes são três ingredientes que se juntam para fazer magia.


   

Papas de aveia à escocesa

50 g de flocos de aveia (1/2 chávena)
360 g de água (1,5 chávena)
1 pitada de sal

Sugestões para servir:
Natas ou iogurte
Fruta a gosto (usei pera rocha fatiada)
Raspas de coco
Mel
Canela em pó
Gengibre em pó


// preparação tradicional

Comece por tostar os flocos numa frigideira.
Coloque a aveia tostada e a água num tachinho e vá cozinhando em lume brando, mexendo sempre até que engrosse, cerca de 8 a 10 minutos, acrescentando o sal apenas perto do fim.
Desligue o lume, deixe descansar tapado durante 5 minutos e depois sirva da forma que mais gostar.


// preparação robot de cozinha (bimby_thermomix)

Comece por tostar os flocos numa frigideira.
Coloque no copo a aveia e a água e programe 8 min/100ºC/vel 2 ½ inversa, sem o copinho da tampa.
Perto do fim, adicione o sal.
Depois de terminar, deixe descansar durante 5 minutos e então sirva da forma que mais gostar. 



.......................

Alguns dos locais da nossa rota:

Glasgow
Loch Lomond
Trossachs National Park
Oban
Skye
Inverness
Edimburgo


Algumas paragens que recomendo:

Hidden Lane Cafe Gallery, 1103 Argyle St, Glasgow
Museu Riverside, edifício da arquiteta Zaha Hadid, 100 Pointhouse Rd, Glasgow
Glasgow Botanic Gardens
Conic Hill 
Restaurante Ben Nevis Inn
Neist Point Lighthouse, Isle of Skye
Restaurante Red Roof, Isle of Skye
Destilaria Edradour, Pitlochry, Perthshire
Velocity Cafe, 1 Crown Avenue, Inverness
Mercados de rua de Edimburgo 
Arthur's Seat: 55.944083° N, 3.161833° W
Restaurante Earthy, 1-6 Canonmills Bridge, Edinburgh
Paper Chase, 77A George Street, Edinburgh